Carapá Vivo é empossada como membro do Comitê Estadual da Bacia Hidrográfica do Médio Teles Pires

 O “parlamento das águas”, assim é conhecido os Comitês de Bacia Hidrográfica, são entes do Sistema Nacional de Gestão dos Recursos Hídricos, da Agência Nacional de Águas (ANA), e atuam como pontos de discussão e deliberação a respeito da gestão dos recursos hídricos compartilhando responsabilidades de gestão com o poder público. Em Mato Grosso, atualmente, são 10 CBHs atuantes em diversas regiões, sendo eles: CBH Covapé, CBH Sepotuba, CBH Baixo Teles Pires, CBH São Lourenço, CBH Alto Teles Pires, CBH Cuiabá, CBH Cabaçal, CBH, Rio Jauru,  CBH Alto Araguaia e  CBH Médio Teles Pires, do qual a  Associação Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Carapá(CARAPÁ VIVO), passou a fazer parte desde o dia 23 de junho de 2021, quando foram empossados  Eliel Mota como membro titular e Heverton Tiburski, Suplente. A reunião aconteceu de forma online, por meio de vídeo conferencia com a participação dos demais membros do Comitê e representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, sendo a reunião dirigida pelo Engenheiro Sanitarista Rubens de Oliveira, que é servidor da Unidade Desconcentrada da SEMA, em Guarantã do Norte cidade sede do CBH do Médio Teles Pires.

Na oportunidade o presidente da Carapá Vivo, Eliel Mota fez breve apresentação das ações da Ong, explanando sobre a “busca do envolvimento social para a recuperação da bacia do rio Carapá”, sendo o assunto bastante debatido entre os presentes, dando ênfase para futuros passos que levam a angariação de recursos advindos de multas processuais e fundos ambientais a serem aplicados nas ações de restauração e preservação do rio Carapá. As atividades até então desenvolvidas pela associação ambiental colidense, ali apresentadas aos presentes, foram muito bem enaltecidas por todos, muitos dos quais disseram desconhecer a realidade do rio Carapá no período de estiagem, situação a ser, segundo eles, exemplificada para que não venha ocorrer em outras bacias da região.

               O Comitê de Bacia Hidrográfica dos Afluentes do Médio Teles Pires, Unidade de Planejamento e Gestão – UPG A-5, foi criado segundo os parâmetros da Resolução n.º 04, de 31 de Maio de 2006, do Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CEHIDRO-MT, obedecendo às normas da Lei Federal n.º 9.433 de 08/01/1997, da Lei Estadual n.º 6.945 de 05/11/1997 e pelas normas baixadas pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos – CNRH e CEHIDRO/MT. ​

                   Atua como fórum de debate sobre questões afins aos usos múltiplos dos recursos hídricos, sempre entendidos como bens ambientais, sociais e econômicos. ​

Da Assessoria Carapá Vivo / Com Assessoria CBH Médio Teles Pires