Mutirão de limpeza no rio Carapá marca o primeiro ano de existência da Associação CARAPÁ VIVO

Mutirão de limpeza no rio Carapá marca o primeiro ano de existência da Associação CARAPÁ VIVO

CARAPÁ VIVO (Associação Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Carapá), completa neste mês de novembro o seu primeiro aniversário. É uma organização sem fins lucrativo, voltada à proteção e conservação do meio ambiente, desenvolvendo ações de conscientização, educação ambiental, lutando, enfim, por medidas que ajudem na preservação coibindo a poluição, com foco na Revitalização do rio Carapá, para isso já em desenvolvimento alguns importantes projetos, tais como: o PRAD(Plano de Recuperação de áreas degradadas), visando o reflorestamento de nascentes e margens degradadas do rio, já sendo cultivadas mais de 1.200 mudas de árvores nativas; projeto Limpando e Reciclando, por meio do qual promoverá em Colider a Educação Ambiental,

Read More

Rio Carapá agoniza pedindo socorro; e a comunidade colidense sofre com o racionamento de água

Socorro autoridades competentes, rio Carapá está em coma!
Há vários anos veículos de comunicação locais vêm alertando as autoridades competentes para a realidade catastrófica do rio Carapá, rio imprescindível para a vida dos colidenses, sendo dele que vem, ou vinha a água que abastece a cidade de Colider. Mas a cada ano que passa Carapá vem sendo mais e mais engolido pelo descaso, pelo abandono, pela falta de consciência da parte de muitos, principalmente daqueles que usufruem da água para vendê-la a alto custo à comunidade, e esquecem de cumprir com o seu dever de zelar pela vida do rio, que todos os anos na época da seca agoniza pedindo socorro, sendo poucos os pontos que ainda possui água em seu leito, na maior parte está seco, tomada por entulhos diversos, não apenas os naturais como a areia, árvores, mas também pelo acúmulo de utensílios domésticos como TV, sofá, armário, galões, plásticos, etc.
A cena é de muita tristeza, revolta, principalmente quando se percebe que no intuito de atender, em parte, a reclamação da comunidade que nesta época do ano padece com o racionamento de agua, a empresa responsável pelo serviço de abastecimento na cidade faz bloqueio em pontos do rio impedindo com represas a passagem da água, causando seca em muitos pontos do rio, e automaticamente matando os peixes. E não sendo as barreiras suficiente para atender a demanda de água, devido a escassez de água no rio, a empresa passou a bombear água de poços provenientes de garimpos, podendo com isso estar colocando em risco a vida da comunidade por fazer uso de agua contaminada com mercúrio, metal nocivo à saúde utilizado nas atividades garimpeiras.
Há aproximadamente um ano, um grupo de colidenses, formado por profissionais das mais diversas áreas, preocupados com a referida realidade do rio, tomaram a iniciativa de criar uma Associação Ambiental visando unir forças junto à comunidade, conclamar os seguimentos organizados, autoridades municipais no sentido de buscar solução que venha mudar a realidade do rio, levando a sua revitalização por meio do reflorestamento das suas nascentes e de áreas devastadas que margeiam o rio, bem como com ações que promova o desassoreamento, livrando o rio do acúmulo de lixo, entulho e outros detritos, enfim promover a educação ambiental, despertar a empresa responsável pelo serviço de abastecimento de água para o cumprimento do seu dever de zelar do rio, e bem assim conscientizar a comunidade para a necessidade urgente de salvar a vida do rio Carapá que agoniza no leito da morte.
Mas, infelizmente, três meses depois de criada a Associação Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Carapá(Carapá Vivo), não apenas Colider, mas o mundo parou devido a tal pandemia coronavírus, e Carapá Vivo que conta com excelentes projetos a curto e longo prazos em prol a recuperação do Carapá, precisou frear os seus passos, teve suas atividades quase que paralisadas, causando sofrimentos em seus membros que sabem da urgente necessidade de providências que devolva a vida do rio.
E retornando nos últimos fins de semana com as suas ações que levam a restauração do rio Carapá, verificando in loco a realidade do mesmo, membros da Carapá Vivo ficaram ainda mais estarrecidos, revoltados com a cenas com as quais depararam, como nas proximidades da ponte que dá acesso a Comunidade Saltinho, onde a empresa responsável pelo serviço de abastecimento de água da cidade vem explorando os poços de garimpo no bombeamento de agua para a estação de tratamento; o rio quase que totalmente morto, os poucos peixes existentes alguns agonizando nos minguados pontos de agua, suja, fétida, e outros estorricados no ressicado leito do rio, sobre o qual se caminha quilômetros sem deparar com uma gota se quer de água.
Diante a caótica situação, (veja VÍDEO), o Biólogo Heverton Aparecido Tiburski, assim como o Gestor Ambiental Paulo Ricardo Gomes, ambos membros da Carapá Vivo, veem como primeiro passo a análise junto a Sema de todas as licenças concedidas a empresa responsável pelo serviço de abastecimento de água em Colider, desde o ano de 2006 até o presente momento, afim de contrastar com instalações (barragens) encontradas interrompendo o fluxo de água, o que vem provocando seca em muitos pontos do rio. E, bem assim, Carapá Vivo estará analisando a emissão de outorga do uso de águas de poços provenientes de garimpos, nos quais a concessionária está fazendo a captação de água, e a não existência dos referidos documentos, poderá a empresa responder pelas infrações.
Por outro lado, Carapá Vivo projeta a realização de um “DIA DE LIMPEZA” antes que inicia o período chuvoso, retirando do rio lixos domésticos, para isso buscará parceria junto à comunidade.

Da Assessoria Carapá Vivo

LIMPANDO E RECICLANDO: Projeto Carapá Vivo promoverá a educação ambiental em Colíder contribuindo para a preservação do meio ambiente

Antes do início da pandemia coronavírus, as ações da Associação Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Carapá(Carapá Vivo) caminhavam apressadamente rumo ao cumprimento dos projetos que levam a revitalização do referido rio,  tendo como meta  desenvolver  um trabalho de  conscientização da comunidade para a realidade do rio que abastece a nossa cidade, promovendo juntamente com outros segmentos e os órgãos competentes a restauração de áreas degradadas, limpeza com desentupimento de muitas partes do leito do rio, recuperação de nascentes degradadas, desenvolvendo  junto   aos agricultores que margeiam essas nascentes trabalho de conscientização para que se tornem agentes de transformação, abraçando eles a causa  e atuando na recuperação das nascentes degradadas das suas propriedades.

Read More

ESTRATÉGIA DE RECUPERAÇÃO: Carapá Vivo aplica técnica de nucleação em área degradada do rio na Chácara Vale do Carapá

Membros da Associação Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Carapá (Carapá Vivo), acompanhados de voluntários  e estagiários da Uniasselvi e Unemat,   reuniram neste dia 16 de maio, na Chácara Vale do Carapá, de propriedade do Sr. Olavo Nunes da Silva, onde  liderados pelo Biólogo Heverton Aparecido Tiburski e do Gestor Ambiental Paulo Ricardo Gomes, dando seguimentos as ações   do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas – PRAD,  aplicaram ali técnica de “nucleação”, visando a regeneração natural de parte de  área degradada na margem do rio na referida chácara.

Read More

Prefeitura de Colíder recebe projeto de recuperação e reflorestamento da bacia hidrográfica do rio Carapá

Em reunião com o prefeito a Associação Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Carapá, apresentou projeto de recuperação e reflorestamento da bacia do rio. O estudo realizado pela associação detalha a disponibilidade hídrica, o uso e a ocupação do solo na Bacia. Também participaram do encontro secretários e representantes de entidades ligadas ao assunto.

Read More

Carapá Vivo oferece estágio a acadêmicos de Ciências Biológicas

Os  referidos doze acadêmicos  na supervisão do Biólogo HEVERTON APARECIDO TIBURSKI, Pós graduado em Gestão Ambiental –  CRBio 108511/01D, cumprirão através de Carapá Vivo,  voluntariamente  um Estágio com carga horária máxima  de 360 horas, em áreas especificas das ciências biológicas, numa projeção que cada aluno  levará  entre 12 e 24 meses para a conclusão dos  seus estágios, considerando as  inúmeras adversidades que impedem a frequência regular dos acadêmicos. Podendo novos estagiários ser admitidos ao projeto conforme vão surgindo novas turmas nas  universidades. Valendo salientar que, os  estágios não possuem um local pré-definido para ocorrerem, nem mesmo hora, estão intimamente ligados à oferta e demanda de atividades de trabalho, que podem ocorrer em diferentes frentes e locais, conforme adiantou Heverton

Read More

Acadêmicos da UNEMAT e UNIASSELVI Colider Realizam Estágio na Carapá Vivo

 Resgatar no cidadão colidense o sentimento de pertencimento e responsabilidade para com a vida do  rio Carapá, priorizando ações de mobilização e sensibilização com vistas voltadas a  recuperação, preservação e conservação das margens do referido rio,  expandindo em todos os aspectos a consciência do cidadão, oferecendo subsídios para a melhoria dos níveis dos cursos relacionados ao meio ambiente, fazem parte dos objetivos da recém criada Carapá Vivo, Ong ambiental formada por pessoas dos mais diversos ramos de atividades profissionais, preocupadas com a degradação das nascentes e margens  do rio Carapá. E numa demonstração de comprometimento, visando proporcionar vida longa ao rio que abastece a cidade, vem desenvolvendo projetos diversos, os quais colocados na prática com certeza gerarão  resultados satisfatórios que ficarão registrados na história de Colider.

Read More

Carapá Vivo caminha celeremente rumo ao cumprimento da extensa lista de atividades

Mais 400 mudas de árvores nativas, na grande maioria Ipê, foram coletadas e preparadas em saquinhos por membros e voluntários da Carapá Vivo, no último sábado (07), quando  de posse de ferramentas diversas  se deslocaram até a  propriedade do Sr. Fábio, situada  ao arredor de Colider, onde  por ele foi muito bem recebido, inclusive ajudando diretamente na coleta  de mudas.

Read More

Associação ambiental de Colider segue conquistando adeptos e realizando ações rumo a revitalização do rio Carapá

A mais nova ação da Carapá Vivo foi realizada na tarde deste sábado (25), quando sem temer a chuva que cobria Colider   várias pessoas entre membros da diretoria  e voluntários adeptos da Associação Ambiental da Bacia Hidrográfica  do Rio Carapá, se deslocaram até o Rancho Bom Jesus, de  propriedade do Sr. Fábio, nas proximidades de Colider onde munidos de ferramentas diversas como carriola, pá, enxada, facão, etc,  coletaram e produziram em saquinhos aproximadamente 500 mudas de árvores nativas.

Read More