Grupo Amigos do Rio Carapá ganha força e pode se tornar uma Agência

Reuniu-se na noite de ontem (10), o grupo denominado “Amigos do Rio Carapá”, com o objetivo de saber mais sobre a concessão das águas do município de Colíder, feita pela prefeitura na década de 2.002, na gestão do Ex-Prefeito Jaime Marques Gonçalves, a qual hoje quem é detentora dos direitos de exploração do subsolo, a qual atualmente se chama “Iguá” Aguas Colíder.

Foi decidido nessa reunião, que o movimento criado em menos de um mês, que já ganhou força tanto nas redes sociais como um corpo físico, com a elaboração da criação de uma Agência, a qual visa preservar as nascentes dos afluentes do Rio Carapá, e acabar com o assoreamento, poluição do rio e revitalizar o mesmo.          Nos próximos dias, será escolhido a diretoria permanente, aonde vai ter presidente, vice-presidente, diretoria de conselho fiscal, departamento de comunicação, departamento jurídico, departamento de educação ambiental e departamento de mutirão e limpeza, os nomes para ocupar os cargos já estão passando por analises.

E participaram desta reunião os seguintes membros:

– Claudine Ap. Tosta,

– Luiz César Medeiros Serpa,

– Dirce Borges Reis,

– Paulo Ricardo Gomes,

– Adenilton de Assis,

– Lucila Gomes Aldave,

– Eliel Mota Souza,

– Deusenilde B. Luz,

– Rinaldo M. Padilha,

– Juliano Capelari (representante da Invest),

– Murilo Prado (Convidado),

Vale salientar, que as pessoas, que estão se reunindo com este objetivo de salvar o Carapá, as mesmas são voluntárias e abraçando uma causa, que é importante não somente para o grupo, mas sim para o coletivo da cidade de Colíder, a qual se não tomarmos uma atitude de URGÊNCIA,  acreditamos que menos de 5 anos, nós não teremos mais água neste rio, o qual faz o provimento das aguas nas torneiras das casas dos nossos munícipes, aonde hoje é captado aguas no Rio Esperança afluente do Carapá é mais de 70% da captação e feita no Rio Carapá, com isso o abastecimento de agua em nossa cidade no momento já está com a luz amarela acessa, mais se não cuidarmos do nosso bem maior as “Aguas”, chegará um dia que não teremos agua para beber, o assunto e muito PREOCUPANTE.       É nos que fazemos parte da comissão desta causa, estamos empenhados em buscar soluções legais baseadas em leis, para que, possamos ter uma solução para sanar essa situação critica que se encontra o Carapá.

Bem sabemos, que não será tão rápida a melhoria e também a restauração do leito do rio, é a recuperação das nascentes, mais já fizemos o trabalho inicial, que é chamar a atenção da sociedade para este problema.